Ladyboy o que é uma ladyboy, definição de ladyboy

Basicamente, podemos considerar que as "ladyboys" são simplesmente mulheres transgénero asiáticas. Na realidade existem ligeiras diferenças entre ladyboys e mulheres transgénero como um todo. Amada por alguns, odiada por outros, a palavra "ladyboy" e os próprios ladyboys ostentam alguma história que compõe uma interessante leitura.

Definição de ladyboy

Ladyboy é a tradução inglesa (não tão literal) para Kathoey, que é um termo tailandês que está muito perto de ser o equivalente de uma mulher transgénero, mas também pode encapsular um homem gay efeminado.

É pouco claro especificar qual a origem exata da palavra. As Kathoeys têm estado presentes na Tailândia desde sempre, o fenómeno não é nada de novo. As datas mais plausíveis de origem são as de quando a Tailândia se transformou num enorme local turístico. Os militares americanos, durante a Guerra do Vietname, costumavam passar o seu tempo livre nas praias da Tailândia, procurando por álcool e mulheres. E obviamente as "Kathoeys" não poderiam passar despercebidas. E daí ter surgido a necessidade de surgir um termo em inglês, simplesmente porque é mais conveniente.

Nota: O termo ladyboy não é apreciado por todos. Embora as tailandesas e a maioria das asiáticas estejam à vontade com ele, ele é visto como depreciativo no mundo ocidental. Graças à internet e a outros meios de comunicação o termo é habitualmente associado com a pornografia e/ou prostituição, pois o 'ladyboy porno' tende ser popular entre os homens ocidentais. O termo "ladyboy" não é nada oficial e é na realidade politicamente incorreto. As ladyboys são mais "senhoras" ou mais "rapazes"? O termo mulheres transgénero é aceite como o termo oficial e politicamente correto. Mas "ladyboy" é comummente utilizado na Ásia como uma palavra do dia-a-dia. Afinal de contas, o termo tem a sua origem na Tailândia para facilitar a comunicação com os ocidentais, daí os asiáticos estarem à vontade com ele.

Ladyboy na Tailândia


A Tailândia é conhecida como a Terra dos Sorrisos, mas também é conhecida como a Terra dos Ladyboys! Comparada com outros países, como as Filipinas ou Malásia, a Tailândia tem a maior população de ladyboys no mundo. Na realidade, a palavra "ladyboy" é a tradução inglesa de "Kathoey", um termo tailandês para mulheres transgénero e homens gay efeminados.

Existem muitas razões que explicam o porquê de haverem tantos ladyboys na Tailândia. Em primeiro lugar, as pessoas e a sociedade são extremamente abertas e tolerantes em relação aos ladyboys. Os tailandeses são principalmente budistas, a qual é uma religião extremamente tolerante e aceitadora das pessoas com diferenças. Em segundo lugar, as ladyboys tailandeses têm caraterísticas que são naturalmente femininas. Tal como outros asiáticos, elas têm corpos pequenos, caraterísticas faciais finas e pele suave. Isto ajuda as ladyboys tailandesas a passarem pela sua transição e a serem "aceites" pela sociedade.

As Ladyboys são amplamente aceites na sociedade tailandesa. Ao contrário de outros países, não é vergonha nenhuma ter uma ladyboy na família. Mesmo embora a discriminação ainda exista, as ladyboys na Tailândia têm acesso à maioria de todos os domínios profissionais.

Ladyboy nas Filipinas


Logo a seguir à Tailândia vêm as Filipinas. Um país que é tradicionalmente católico romano, mas onde a sociedade também é muito tolerante no que diz respeito a todos os LGBTs, e isso inclui, claro, as pessoas transgénero e as ladyboys. Também existem termos locais filipinos que poderiam ser equivalente ao tailandês Kathoey, tais como "bakla" ou "bayot", os quais definem gays efeminados ou mulheres transgénero.

Tal como na Tailândia, as ladyboys nas Filipinas estão presentes em todos os estratos da sociedade. Elas estão muito presentes nos meios de comunicação e na cena pública. Algumas famílias têm várias filhas transgénero e elas são bem aceites pelos seus pais.

Irá reparar que os sites de encontros online para mulheres transgénero estão frequentemente preenchidos com ladyboys filipinas. Isso deve-se a elas habitualmente falarem um inglês muito bom e terem um amplo acesso a portáteis e smartphones.

Ladyboy na Ásia

O resto da Ásia também tem uma história tradicional de ladyboys locais. Existem as "warias" na Indonésia, as "hijras" na Índia, "new half" no Japão... A diversidade de termos denota a diferença com a conceção ocidental do transgénero, o qual está intimamente relacionado, mas não é exatamente equivalente.

O termo inglês "ladyboy" tornou-se popular no sudeste da Ásia, utilizado juntamente com termos locais, ou como substituto quando os asiáticos estão a falar com estrangeiros.

Ladyboy no mundo

O resto do mundo não utiliza assim tanto o termo ladyboy, a não ser que se esteja a referir à pornografia. O termo preferido na Europa e na América baseia-se no latim, mulher transgénero ou transexual. Eles fazem claras distinções entre transexuais e homens gay (mesmo os homossexuais efeminados).

Fora da Ásia, o termo "ladyboy" é visto como algo negativo, porque está mais relacionado com a pornografia na internet ou as prostitutas ladyboy na Ásia, popularizadas nos programas de TV e documentários. Ladyboy pode frequentemente ser um insulto, equivalente a chamar uma mulher de "prostituta". Também é utilizado para sugerir que uma mulher transgénero não é suficientemente aceitável.

Conhecer e namorar ladyboys

Encontrar-se com ladyboys frequentemente significa ter de viajar para a Ásia. Porque é lá que elas estão! Contudo, existe uma série de ladyboys asiáticas a viverem no ocidente, Reino Unido, Europa, EUA, Canadá e Austrália, todos têm um número substancial de imigrantes asiáticos, incluindo "ladyboys". Embora na Ásia seja praticamente "fácil" encontrar ladyboys, tão fácil como conhecer alguém ao acaso na rua. O único problema é que; conseguirá detetá-las? As ladyboys asiáticas passam notavelmente despercebidas na multidão, por vezes é extremamente difícil estabelecer a diferença entre uma Ladyboy asiática e uma mulher biológica asiática.

Outro assunto quando viaja pela Ásia e conhece ladyboys "na rua", é o risco de se aproximar de ladyboys com más intenções. Quando é um estrangeiro, nem todas as pessoas que conhece são ao acaso. Pode ser um alvo quer para oportunistas, crime organizado ou trabalhadoras do sexo. O estereótipo é de que todas as ladyboys são trabalhadoras do sexo, mas isto não é o caso. Existem muitas ladyboys que têm trabalhos normais e não têm muito tempo para pararem em bares ou clubes para conhecerem homens. Claro, elas gostam de sair e divertir-se, mas existem imensas ladyboys que frequentam bares diariamente, porque elas trabalham na indústria do sexo.

Namorar ladyboys no My Ladyboy Date

Nós estabelecemos o My Ladyboy Date para endereçarmos estes assuntos. Queríamos o primeiro site de encontros decente para ladyboys e mulheres transexuais. Queríamos ajudar as ladyboys da vida do dia-a-dia a encontrarem homens que querem verdadeiramente namorar com elas e formar uma relacionamento de amor que elas mereçam. Mesmo que não esteja na Ásia, pode agora conhecer ladyboys online utilizando o nosso site de encontros. No My Ladyboy Date irá conhecer ladyboys da vida do dia-a-dia ao invés de acompanhantes ou daquelas que estão na indústria do sexo. Irá conhecer verdadeiras ladyboys que aspiram ter um relacionamento real com um homem real.

Temos milhares de membros, todos procurando por um encontro. Registe-se agora e dê uma olhada!

Encontros com ladyboys

Registe-se agora

Pesquisa rápida